sábado, 27 de junho de 2015

Objeto na estrada

Autor: Domingues Gonçalo




Os automóveis. são os principais meios de transporte, em Angola, logo de manha ate ao entardecer da noite, circulam pelas estradas de Angola, em particular Luanda, milhares de automóveis. Naturalmente como não podia deixar de acontecer, muitos deles avariam na estradas. o que por si só não constitui um problema. 
 No entanto, como o serviço de reboque é extremante caro sendo por vez mais barato, procurar nas esquinas dos bairros por mecânicos, não especializados, muitos carro são concertados ali mesmo nas estradas, representando um grande perigo para os automobilistas e os técnicos envolvido.

Fruto deste fenômeno, surgiu um outro Chamado por alguns de Tamborângulo, Caderângulo, Mesangulo, Pedrângulo, estes nomes na verdade derivaram do facto de muita gente colocar no lugar do triângulo , Tambores, Mesa  e cadeiras de plastico, Pedras e outros objecto, no intuito de sinalizar o automóvel avariado na estrada. infelizmente porem, depois de reparado os veículos, os proprietários ou mouristas abandonam do meio da estrada este objecto usados para sinalizar seus automóveis, colocando em perigo a vida de outros automobilistas pois as estradas em Angola são extremamente escuras, os postos de iluminação não acendem de noite

.
Por exemplo:  A uns meses a traz bati em objeto que algum automobilista deixou na estrada, felizmente parece-me que o objeto era de plástico, e não danificou nada no meu carro e a  menos de uma semana quase batia em uma valente pedra, sinceramente pedregulho com saúde, e passei todo dia pensando na pedra ou Pedrângulo se preferirmos, que eu devia  ter parado o carro e retirar ela da estrada, por não ter feito tomei isso como meu cavalo de batalha, ou seja sempre que ver qualquer objeto na estrada eu os retiraria.

Hoje ao voltar para casa vi, uma armação de gerador elétrico na estrada, por isso decide contornar o carro, para retirar do meio da estrada, porém para minha surpresa um outro automobilista o fez ou seja parou e retirou o objecto da estrada, portanto aqui vai o meu louvor da semana pra ele, e escrevo isso no sentido de nos consciencializarmos deste problema